Para quem acompanha a história da Lambda3, talvez não seja segredo que o modelo de gestão com o qual trabalhamos é o de altamente transparente e colaborativo. Desde o início, a opção por este formato se deu, principalmente, pela intenção que já tínhamos de oferecer aos Lambdas a oportunidade de trabalhar com liberdade e autonomia. Ou seja, numa ação de parceria, a pessoa discute abertamente com a Lambda3 sobre qual seus anseios e projetos, e tentamos encaixar na atuação dela oportunidades de crescimento.

Trata-se de uma forma de reforçar um dos nossos valores mais prezados: a transparência. Afinal, acreditamos que essa é uma questão relevante para uma parceria sadia e eficaz. Uma das formas de aplicarmos ações transparentes é deixando visíveis todos os números da companhia que são apresentados.

E o que seria isso? A área Financeira apresenta mensalmente as contas – com faturamento, despesas e investimentos para que todas as pessoas saibam como está a empresa. Os salários são abertos, inclusive dos sócios, para que não exista a “fantasia” sobre quem recebe quanto e deixarmos claro como isso funciona. A reavaliação salarial é feita pelo time e por isso existe o envolvimento e clareza de responsabilidade de todos.

Assim, compartilhamos as perspectivas de futuro e dividimos ideias e possibilidades de adequações de valores aplicados. Isso gera um envolvimento maior e, consequentemente, mais questionamentos, porém aumenta o interesse e parceria com as pessoas que se sentem “relevantes” para as atividades realizadas com a empresa e reduz “fofocas” e especulações sem fundamentos.

Tomada de decisão e valores

Acreditamos que somente a prática dos valores promovem a credibilidade e o fortalecimento do que é proposto. Nas apresentações de decisões, precisamos que todos sejam comunicados, escutados e ações sejam realizadas, por mais que esse fluxo de processos demore mais do que o padrão esperado.

Por falar em tomada de decisão, já passamos por situações em que Lambdas se sentiram inseguros – por exemplo com machismo no cliente – e automaticamente as áreas de Operações e Pessoas se envolveram para entender o que estava acontecendo. Também já foi necessário o cancelamento do contrato, pois o serviço era feito por pessoas que não estavam sendo respeitadas. Logo, precisamos redirecionar nossos esforços para fechar o serviço. São situações como essas que mostram que entre valores ou dinheiro, os nossos valores serão sempre mais importantes.

É desta forma que acreditamos que “ser um Lambda” pode promover um novo olhar para a sociedade, que abrange como podemos ser responsáveis e as nossas opiniões podem ser apresentadas. Muitas empresas olham as pessoas como “peças” para alcançar seus objetivos, mas a Lambda3 acredita que todos possuem responsabilidade e importância para que isso aconteça.

Como dito antes, desde o início da nossa trajetória, já tínhamos um modelo de gestão idealizado. Com o passar dos anos ele foi ajustado, sempre usando a transparência, o diálogo e a parceria como fatores determinantes para que seguíssemos firmes com nossos propósitos. E todo o esforço valeu a pena! Hoje, a Lambda3 é Top 5 entre as melhores empresas de Tecnologia e Telecom, segundo o ranking Great Place to Work até 99 funcionários (GPTW).