Parceria SafeSpace

A segurança das pessoas dentro do ambiente de trabalho, seja ele físico ou digital, é uma preocupação constante da Lambda3. Nos últimos dez anos, realizamos ações frequentes que debatem temas como inclusão, diversidade, racismo e homofobia, entre outras abordagens, que visam promover o bem estar de todos.

Sabemos que problemas com diferentes tipos de assédio podem acontecer nas corporações em geral, e este é um grande desafio para o time de Pessoas. De acordo com uma pesquisa feita pela vagas.com para BBC Brasil, com participação de quase cinco mil pessoas ouvidas em todo país, 52% dos profissionais já sofreram assédio e 87,5% das vítimas não denunciaram o agressor.

Ainda de acordo como levantamento, o assédio moral, caracterizado por piadas, chacotas, agressões verbais ou gritos constantes, lidera a incidência de casos. Entre os entrevistados, 47,3% declararam já ter sofrido este tipo de agressão. As mulheres respondem por 51,9% dos casos. Já o grupo que declarou ter sofrido assédio sexual, caracterizado por comportamentos abusivos como cantadas, propostas indecorosas ou olhares abusivos, somou 9,7% da amostra. Entre eles, as mulheres são definitivamente as mais afetadas, respondendo por 79,9% da amostra, contra apenas 20,1% de homens.

Infelizmente, sabemos que o assédio existe, mas nem todos enxergam sua verdadeira dimensão. Seja entre a própria equipe, na relação parceiro x time ou cliente x time, é preciso descontruir diariamente a ideia que comportamentos abusivos não tão explícitos – como piadinhas e insinuações, seja por raça, classe, orientação sexual ou qualquer outra característica – é natural e aceitável.

Constantemente viabilizamos ações internas que visam a integridade de profissionais da Lambda3. Estimulamos a conscientização dos times e estamos sempre em busca de benefícios que favoreçam a segurança das mulheres da empresa. Desta forma, incentivamos conversas, palestras e reuniões internas que incentivem as boas práticas, além disso, deixamos claro que medidas serão tomadas caso tomemos ciência de alguma ocorrência com abusador.

Para nos ajudar ainda mais nessa missão, trouxemos para a Lambda3 a plataforma de ouvidoria SafeSpace. O propósito é que a empresa tome conhecimento das atitudes inadequadas que possam acontecer dentro e fora do ambiente de trabalho, para que possam ser verificadas e solucionadas SEMPRE PRESERVANDO A PESSOA VÍTIMA.

Esta nossa iniciativa traz como mote o pensamento seja responsável e uma pessoa cuidadosa com todas as pessoas Lambdas! Somente assim teremos um excelente lugar para se trabalhar e o mais seguro possível.

Também é importante destacar que ver algo inadequado acontecendo e não fazer nada é muito cruel e nada responsável. Sejamos pessoas parceiras de verdade!

Sobre a Plataforma SafeSpace

Idealizada por três mulheres brasileiras, Rafaela Frankenthal, Natalie Zarzur e Giovanna Sasso, a plataforma SafeSpace foi pensada para utilizar a tecnologia para facilitar o processo de denúncia e resolução de casos de assédio.

A ferramenta informa constantemente e de maneira anônima o time responsável pela ouvidoria da empresa, para que os responsáveis tenham uma visão completa sobre os problemas, direcionando para uma solução concreta.

Todos os colaboradores e prestadores de serviço que atuam diretamente com a rotina de trabalho Lambda3 terão acesso a um diário pessoal, pelo qual poderão registrar casos de má conduta. Os relatos são privados e marcados com data e local. Esta ação pode ser uma denúncia pessoal ou anônima ao setor responsável.