Testes de Unidade para HttpClient no .NET com o Flurl

Testes de Unidade para HttpClient no .NET com o Flurl

No post anterior expliquei como o Flurl permite construir URLs, fazer e testar chamadas HTTP de forma muito mais legível. Também comentei que infelizmente a parte de testes do Flurl não funcionava com o HttpClient, mas isso é só parcialmente verdade 👀, porque depois de investir um tempo lendo o código do Flurl consegui enganá-lo para que sua estrutura de testes funcione com o HttpClient, e é isso que vou mostrar neste artigo.
Chamadas HTTP mais legíveis para .NET com Flurl

Chamadas HTTP mais legíveis para .NET com Flurl

O HttpClient do .NET é uma das classes mais usadas em projetos que consomem algum tipo de web service ou API externa. Com ele é possível fazer chamadas HTTP totalmente assíncronas e facilmente ler strings de serviços. Desde sua chegada ele se tornou a forma oficial de fazer requisições HTTP, porém, se você já usou bibliotecas de outras linguagens, pode concordar que sua legibilidade cai à medida que você precisa montar requests mais complexos. Para ajudar nesses cenários é que existe o projeto Flurl.