A sociedade está passando neste momento por um grande desafio. Enquanto lutamos contra uma pandemia totalmente inédita em nossos tempos de vida, temos que fazer o possível para, de forma segura, continuar produzindo e gerando riqueza. Sem dúvida, a tecnologia tem um papel fundamental em determinar como a humanidade lida com esta situação e, pela primeira vez, não precisaremos parar tudo para nos livrarmos da doença.

Antes mesmo do momento atual a tecnologia permitiu que grande parte da produção de alimentos fosse mecanizada e automatizada, assim como a produção industrial. Também nos escritórios vimos grandes saltos nos últimos 50 anos, mas alguns hábitos persistiram. Ainda que possamos há anos trabalhar de casa e assinar documentos digitalmente, este tipo de ação vinha consistentemente sendo evitada por grande parte das empresas. A urgência em proteger as pessoas acelerou esta necessidade, e está mudando o mundo.

Agora, por exemplo, o Detran de São Paulo permite registrar um novo veículo pelo computador, e o documento pode ser impresso em casa. Os bancos estão habilitando nos aplicativos e na web processos que antes só eram possíveis de realizar presencialmente. Médicos estão praticando telemedicina e assinando receitas online, que os pacientes levam à farmácia um PDF que receberam por SMS ou WhatsApp, onde um sistema verifica online um QRCode do documento. Plataformas de assinatura digital (que já existiam) estão adicionando clientes vertiginosamente, assim como os sites de venda online e empresas que sequer permitiam o uso de VPNs (virtual private networks) estão anunciando a mudança do escritório para um modelo totalmente remoto – algumas estão, até mesmo, se mudando das grandes capitais.

Estamos acompanhando e apoiando esta evolução em diversos de nossos clientes, e a mudança é muito bem-vinda. Os tempos atuais estão nos obrigando a sermos mais produtivos, a focarmos no que realmente importa, enquanto dispensamos o desnecessário. Software vai, mais do que nunca, moldar o mundo pós-pandemia, e saber utilizá-lo com eficiência poderá resultar na diferença entre lucro e prejuízo e entre uma equipe engajada ou acomodada. Estamos nesse momento vivendo um duro desafio, mas ele vai passar, e vamos sair mais fortes do outro lado.