Olá turma! Vamos começar primeiro pensando na palavra “colaborar”,
pois acredito que uma das primeiras e principais características para entrar no mundo sobre plataforma de colaboração é saber a definição de sua palavra, ou seja, colaborar é um trabalho feito em comum com uma ou mais pessoas; cooperação, ajuda, auxílio.

Opa, mas como assim?
Então, o que irei apresentar é que existem plataformas web que tem como objetivo fazer com que as pessoas de uma determinada empresa, departamento ou companhia possam realizar um trabalho em comum fazendo isso de forma cooperativa, ajudando e auxiliando nos processos e seus serviços de forma inteligente.

Muito bom, mas eu sou um desenvolvedor e quando me apresentaram essa plataforma eu logo fiz algumas perguntas: -Posso customizar essa plataforma? Posso melhorar mais a interação das pessoas que irão utilizar? Também posso tornar essa plataforma ainda melhor? Sim, caro desenvolvedor, você pode fazer isso, portanto vamos conhecer um pouco sobre os aspectos técnicos e teóricos desta plataforma e com isso iremos ter uma variedade de posts sobre dicas técnicas e teóricas a respeito de como este desenvolvedor que vos apresento, eu, começou aprender a desenvolver na plataforma SharePoint.

Inicie definindo o SharePoint por cada uma de suas funções mais importantes:

Colaboração

Para quem leu o começo deste posta palavra “colaboração” é um dos principais temas do Sharepoint. Isto porque o SharePoint tem a capacidade de reunir as pessoas através de diferentes formas de sistemas de colaboração, como alguns tipos conhecidos que são: Enterprise Content Management (ECM), Web Content Management e Social-Computing. Alguns exemplos é que podemos criar Intranet, Sites Institucionais (Portais Corporativos), Blogs, NewsFeeds entre outros, porém o legal é que de acordo com a capacidade de informação que uma empresa ou departamento tem, podemos tornar isso de forma compartilhada e de fácil acesso para todos os colaboradores.

Entrando em conceito técnico, é importante saber que a partir da versão 2013 do Sharepoint foi colocado muito foco no desenvolvimento de apps, onde os desenvolvedores poderão estender, customizar, ou até construir seus apps na plataforma SharePoint mesmo para gerenciar a colaboração na plataforma.

Interoperabilidade

Sharepoint também dá a possibilidade de trazer a colaboração em conjunto através da Interoperabilidade. Isso significa que podemos fazer a integração Web através de documentos do Office – Web-based document integration – esta capacidade é um ponto que acredito ser a maior sacada do SharePoint, quando podemos construir, entregar ou publicar documentos na plataforma, assim como também podemos gerenciar a segurança da informação desses documentos fazendo soluções customizadas, seguindo um conceito com algo chamado de line-of-business (LOB), através da interação entre o SharePoint e Office, usando a tecnologia Web ou utilizando os poderes da Nuvem (Cloud Coputing), sim o Sharepoint também está nas nuvens!

Plataforma

Como já vimos, Sharepoint é uma plataforma que suporta não somente interoperabilidade e colaboração, mas também extensibilidade, através de algo que chamamos de rich model object, que nada mais é do que uma variedade de ferramentas para desenvolvimento e o que é mais legal é que estas ferramentas estão cada vez mais crescentes e visíveis pela comunidade de desenvolvedores. Uma das mudanças de paradigmas-chave foi a possibilidade que a partir da versão 2013 o Sharepoint também se encontra nas nuvens.

Não vamos entrar no conceito de cloud, mas falar na questão técnica de que com a mudança do Sharepoint para as nuvens, foi possível que os criadores do Sharepoint apresentassem um novo modelo de desenvolvimento que é o chamado app model e isso nos dar novos caminhos para o desenvolvimento, distribuição (deployment) e de hospedagem (hosting) das aplicações do Sharepoint, novas formas de autenticação através de OAuth e novas formas de interação ou interoperabilidade usando OData e REST.

Resumo

Essas são as funções chaves sobre o Sharepoint que nos vai permitir ter a possibilidade de seguirmos mais adiante sobre o caminho do aprendizado no desenvolvimento desta plataforma.

Então o que apresentei de essência para entender sobre o Sharepoint que é uma plataforma baseada nas tecnologias Web que nos possibilita:

  1. Um conjunto de informações que podem ser compartilhadas, pensamento fora da caixa com capacidade para apoiar a produtividade e colaboração através de uma plataforma Web.
  2. A possibilidade de entender que como plataforma o Sharepoint contém um conjunto aberto de extensibilidade, APIs e serviços que você pode usar para criar aplicativos baseados em nuvem.
  3. Infra-estrutura para gerenciar a segurança e permissões dos diversos artefatos de uma empresa ou departamento (documentos, e-mails, paginas informativas…).
  4. Um mecanismo de gerenciamento e configuração que fornece capacidades administrativas profundas de informação.

Então é isso pessoal, logo mais estaremos publicando novas formas de aprender a desenvolver na plataforma SharePoint.

Referências

  1. Desenvolvendo na plataforma SharePoint
  2. Desenvolvimento Geral no SharePoint