DidntSeeThatComingJá faz mais de dez anos que tenho confiado no TFS como minha ferramenta preferida de ALM para todas as minhas necessidades de desenvolvimento, bem como a de nossos clientes. Ao longo desse tempo, tenho visto uma impressionante evolução da ferramenta – só quem mexeu no TFS 2005 consegue entender o longo caminho que a Microsoft percorreu para chegar no que ela oferece agora com o TFS 2015.

Durante todos esses anos, eu tinha a nítida sensação que de o TFS seria sempre a melhor opção. A concorrência sempre pareceu estar sempre comendo poeira! Quem poderia ameaçar o lugar de destaque do TFS?

É, parece que eu estava errado e o que parecia improvável aconteceu. A bem da verdade, já faz algum tempinho:

O TFS deixou de ser minha ferramenta preferida de ALM.

“Como assim?!” Para os leitores desse blog, a surpresa deve ser inevitável. Afinal, nunca escondi de ninguém que era um aficionado pelo TFS.

Sendo assim, o que é que estou usando agora? Qual é o substituto do TFS para mim?

Bem, sabe aquele velho dito que “melhor que isso, só dois disso”? Então, para ser melhor que o TFS, só sendo um “TFS melhorado”.

Esse cara existe, e se chama Visual Studio Team Services (VSTS).

“Hein?”

OK, sei que ficou estranho :). Vou tentar explicar melhor. (Continue lendo…)

(Cross-post de https://www.tshooter.com.br/2016/02/15/sim-eu-deixei-de-usar-o-tfs-e-acho-que-voce-tambem-deveria/)