image

Será que o Visual Studio 2015 (com o novo compilador Roslyn) vai representar o fim do ReSharper?

O recente lançamento do Visual Studio 2015 Preview trouxe, dentre diversas novidades, uma que despertou a atenção da comunidade de desenvolvedores .NET: os analisadores de código (“code analyzers”).

Isso porque desde que o novo compilador gerenciado do C# e VB (codinome “Roslyn”) foi anunciado, um dos tópicos mais discutidos nas rodas de desenvolvedores era “o ReSharper está com seus dias contados!”

Afinal, quase toda demo de Roslyn mostrava como inspecionar o código-fonte à medida que ele era digitado, sendo compilado e disponibilizado em tempo real através dos serviços do compilador, de modo que fosse possível sugerir correções de código (“code fixes”).

Agora que o VS2015 está disponível para experimentação, finalmente a comunidade open-source de .NET tem a oportunidade de materializar seu sonho de “matar” o ReSharper, oferecendo nativamente no Visual Studio os mesmo recursos que até então só estavam disponíveis em ferramentas comerciais como o próprio ReSharper e seus concorrentes (como o CodeRush).

O que ninguém ainda havia te contado é que o recurso de Code Analyzers não foi criado para ser um substituto do ReSharper. Esse é apenas um efeito colateral positivo. O propósito real é o de corrigir as limitações de uma outra ferramenta do Visual Studio: o Code Analysis (também conhecido como FxCop). (Continue lendo…)

(Cross-post de http://www.tshooter.com.br/2014/11/24/analisadores-de-codigo-do-roslyn-o-conceito-por-detras-do-conceito/)