Neste episódio Lambdas dos times de Dados e UX e convidadas explicam o papel de cada time no projeto de criação de um chatbot.

Neste episódio pessoas dos times de Dados e UX explicam o papel de cada time no projeto para definição de tom de voz e do fluxo conversacional, envolvendo diferença em interações com interfaces gráficas, os erros mais comuns ao se construir um chatbot e muito mais.

Feed do podcast: www.lambda3.com.br/feed/podcast
Feed do podcast somente com episódios técnicos: www.lambda3.com.br/feed/podcast-tecnico
Feed do podcast somente com episódios não técnicos: www.lambda3.com.br/feed/podcast-nao-tecnico

Pauta:

  • Definição: se você fosse explicar para um leigo, o que é um chatbot/plataforma conversacional?
  • Que áreas estão envolvidas no desenvolvimento de chatbots? O que tem por trás desse tipo de projeto?
  • Heurísticas de Nielsen aplicadas ao chatbot.
  • O papel da pessoa UX Writer na definição do tom de voz e do fluxo conversacional
  • Diferença em interações com interfaces gráficas e conversacionais. Teremos um futuro mais conversacional do que gráfico?
  • Como lidar com conversas imprevisíveis: xingamentos, palavras ofensivas, etc.
  • Chatbot com perguntas muito abertas ou com respostas pré-definidas?
  • Quais os erros mais comuns ao se construir um chatbot? Aliar a experiência às funcionalidades?
  • Chatbot é a solução para tudo? O que é moda e o que é útil?
  • Por onde começar? Que habilidades de UX writing são necessárias para se definir um fluxo conversacional? E de desenvolvimento?
  • Chatbot ou atendimento humanizado?
  • Já é possível “ter um chatbot pra chamar de seu”?

Participantes:

Edição:

Créditos das músicas usadas neste programa: